Previsões para a indústria global de IT em 2020

A IDC fez um estudo sobre as 10 principais previsões na indústria IT em 2020 onde menciona o impacto que terá cada uma delas no negócio e a estratégia que deve adotar.

indústria IT em 2020

Inovação

Até 2024, mais de 50% de todo o investimento em IT será orientado para a inovação e transformação digital.

Impacto no negócio e no IT

  • O investimento no IT vai refletir prioridades digitais;
  • Transição para modelos menos intensivos e mais estratégicos em todas as áreas de negócio;
  • Transformação da prestação de serviços e desenvolvimento de aplicações.

Estratégia

  • Desenvolver um processo integrado para o planeamento da inovação e transformação digital, tendo em vista vários anos e múltiplos horizontes;
  • Compreender os fatores de sucesso críticos para a execução.

Clouds

Até 2022, 70% dos negócios irão integrar gestão de cloud, nas suas clouds privadas e públicas, através da implementação de tecnologias, ferramentas e processos unificados de gestão de cloud híbrida e multicloud.

Impacto no negócio e no IT

  • Dimensão da gestão de cloud está a tornar-se estratégica;
  • Escala e a agilidade serão atributos chave para as soluções multicloud;
  • Ofertas com base em SaaS e API vão dominar o mercado.

Estratégia

  • Priorizar ofertas de gestão e governance com base em SaaS;
  • Identificar KPI relevantes e mensuráveis para avaliar a gestão multicloud;
  • Fim do IT bimodal e inicio da IT num único modelo digital-first.

Edge

Até 2023, mais de 50% das novas infraestruturas de IT empresarial serão implementadas no edge em vez de em data centers, em contraste com os atuais 10%; em 2024, o número de aplicações edge irá crescer 800%.

Impacto no negócio e no IT

  • A gestão de ativos e data governance irão transformar- se para se adaptarem a ambientes de IT distribuídos e em larga escala;
  • O scaling-up do edge vai impulsionar a transição para configurações de IT mais standardizadas.

Estratégia

  • Modernizar o IT através da virtualização, containers e soluções software-defined para suportar o edge;
  • Considerar novos parceiros na área de data centers que possam suportar a expansão e operação do edge;
  • Dar prioridade à otimização das despesas de infraestrutura e comunicação das aplicações.

Digital Innovation factories

Até 2025, cerca de dois terços dos negócios serão produtores prolíficos de software com lançamento diário de código; mais de 90% das novas aplicações serão cloud-native, 80% do código será proveniente de fontes externas e o número de developers crescerá 160%.

Impacto no negócio e no IT

  • Convergência das equipas de IT tradicional e de desenvolvimento digital;
  • Explosão do ritmo de desenvolvimento de aplicações;
  • Expansão do papel do developer de criador para, cada vez mais, solucionador e integrador;
  • O open source bidirecional torna-se essencial.

Estratégia

  • Preparar o negócio para grandes mudanças culturais;
  • Investir em sistemas de orquestração e automação;
  • Criar uma divisão de open source.

Aplicações industry-specific

Até 2023, serão desenvolvidas e implementados mais de 500 milhões de aplicações e serviços digitais através de estratégias cloud-native, a maioria dos quais será orientada para use cases de transformação digital industry-specific.

Impacto no negócio e no IT

  • Aplicações e serviços emergentes vão redefinir os requisitos mínimos para manter a competitividade;
  • A democratização do desenvolvimento de aplicações crescerá;
  • A maior escala das aplicações vai deixar a sua gestão sob pressão.

Estratégia

  • Desenvolver uma forte inteligência competitiva para o panorama de transformação digital da indústria da empresa;
  • Integrar o conceito de “digital innovation factory” no centro do planeamento e gestão de produto;
  • Desenvolvimento de forma expandir a “digital innovation workforce”.

Inteligência Artificial

Até 2025, pelo menos 90% de todas as novas aplicações empresariais irão integrar IA, e mais de 50% das interações em user interfaces vão usar IA em aplicações de computer vision, fala, natural language processing, e até mesmo AR/VR.

Impacto no negócio e no IT

  • Nos próximos anos, uma minoria estratégica de aplicações de inteligência artificial será “AI-Led”;
  • User interfaces equipadas com IA tornar-se-ão indispensáveis para uma excelente experiência de utilizador;
  • Haverá um aumento da qualidade dos dados.

Estratégia

  • Identificar as aplicações “AI-Led” estratégicas do negócio;
  • Unificar o governance do negócio e do IT em torno de questões regulamentares e éticas relacionadas com a IA;
  • Priorizar o desenvolvimento de novas user interfaces que tomem partido das capacidades de IA emergentes.

Confiança

Até 2023, 50% das empresas G2000 vão eleger um Chief Trust Officer, que fará a orquestração da confiança de forma transversal em áreas como a segurança, finanças, RH, risco, vendas, produção e departamento legal.

Impacto no negócio e no IT

  • Até 2025, os conselhos de administração de dois terços das empresas G2000 vão exigir uma iniciativa formal de confiança;
  • Até 2025, a auditoria de algoritmos tornar-se-á obrigatória;
  • Até 2025, 40% das F1000 vão considerar nas respetivas decisões o “trust score” dos fornecedores.

Estratégia

  • Criar “papéis de confiança” para estabelecer responsabilidade pela gestão/ manutenção das guidelines;
  • Organizar iniciativas digitais para medir os seus riscos e impacto na confiança;
  • Implementar ferramentas e boas práticas de assessoria da confiança para monitorar a confiança que os stakeholders têm na organização.

As-a-platform

Até 2023, 60% das empresas G2000 vão ter um ecossistema de digital development com milhares de developers; metade destas empresas vão gerar mais de 20% das receitas digitais através do seu ecossistema/plataforma digital.

Impacto no negócio e no IT

  • Os negócios terão de ter uma boa performance enquanto fornecedores de serviços digitais;
  • Os negócios terão também de tomar partido de outras plataformas e marketplaces;
  • O departamento do IT vai ter um papel fundamental.

Estratégia

  • Escolher um executivo experiente para liderar e desenvolver esta área;
  • Identificar sistemas e soluções críticas para o suporte desta componente emergente do negócio;
  • Tomar partido de outras plataformas e marketplaces, incluindo comunidades de open source.

Multi-industry mashups

Até 2025, 20% do crescimento das receitas virá de ofertas “white space” que combinam serviços digitais de indústrias anteriormente não relacionadas, e um quinto dos parceiros serão de indústrias previamente não relacionadas.

Impacto no negócio e no IT

  • Desenvolvimento de uma visão mais holística das necessidades do cliente;
  • Criação de uma plataforma digital para ecossistemas de parceiros;
  • A costumer experience irá abranger muitos parceiros digitais distintos.

Estratégia

  • Expandir a esfera de desenvolvimento empresarial para lá das parcerias tradicionais intraindústria e entre indústrias adjacentes;
  • Integrar as iniciativas multi-indústria emergentes com o desenvolvimento de uma plataforma e ecossistema digitais.

Plataformas Tecnológicas

Até 2023, o Top 5 de megaplataformas de cloud pública terá agregado uma quota de mercado de pelo menos 75%; o Top 10 de fabricantes de SaaS pureplay irá gerar em média 20% das receitas de serviços de PaaS em expansão.

Impacto no negócio e no IT

  • Haverá uma seleção mais reduzida de plataformas de cloud pública;
  • Surgirão mais fornecedores de plataformas e tecnologias multi- plataforma, potenciando a flexibilidade;
  • Cada vez mais players de SaaS vão apostar no PaaS.

Estratégia

  • Escolher cuidadosamente a(s) plataforma(s) multicloud centrais para o negócio;
  • Colocar as tecnologias multicloud no topo da lista de standards técnicos;
  • Selecionar fornecedores de SaaS que estejam a oferecer aplicações modulares e serviços de plataforma com sucesso.